Pontas, Quinas e Beiradas

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Bailando no ar...

E enquanto atentamente esperava que o verde vital daquela mão que me proibira de seguir, liberasse-me o caminho, percebia o quanto aquele corpo sem vida e imundo dançava...
Ele rodopiava, bailava, deslizava como se estivesse apresentando um de seus espetáculos.
(talvez tenha mais)
Talvez estivessem todos, muito ocupados; atrasados e  afobados para que pudessem perceber o quão belo se tornava aquele simples momento.
Meus pés anceavam pela faixa, pelo asfalto, pela liberação...
Meu corpo queria retirar-se de lá, daquela calçada e aconchegar-se n'um banco de ônibus, mas o tempo demorava à passar naquele momento.
Parecia que aquela mão vermelha, nao se interessava em tornar-se verde para mim
(será que sabia ela o quanto essa cor viva e sugestiva nao me admirava?)
E eu continuava alí, imperceptivelmente acompanhando todo aquele bailar; aquele rodopiar, que talvez somente eu (ou uma quantidade minima de pessoas) dava valor aquele saco plástico que enquanto poluira a cidade, deixava n'um simples momento, toda sua 'imundice' roubar um pouco dos minutos cansativos e pacientes que me pertencem/pertenciam naquele momento...
E então, eu pude sentir na pele, o poder daquele vento que o fazia girar, girava feito uma bailarina no ar, parecia que suas alçar estendiam-se aos céus, enquanto aquela fumaça, aquele ar de cano de descarga enchia-lhe o corpo, ele demonstrava toda sua leveza, todo seu dom para aquela música, aquele som... aquelas buzinas de carros, motos, vans, onibus.
O som que impreguina minha cidade, meu bairro...
O Saco parecia encontrar sinfonia, melodia em tudo, em todos...
E n'um despertar, acordo e lembro-me de que tenho que atravessar a rua...
(Exatamente no momento em que um esbarrão me faz cambalear, olhar pra traz grosseiramente e perguntar se sua mãe vai bem e se ainda tem os dois braços)

...

:. By: Jeannine Xavier .:

2 comentários:

Palavras ao vento, minha vez de falar disse...

nossa je como vc consegue prestar a atençao em coisas
q normalmente nem olhariamos!!
nossa gostei mto!!
rsrs amei a parte a qual vc foi grosreira!! parece q estou te vendo falando rsrs
te adoro je e como vc ja me disse
adoro suas palavras seus penssamentos

Erick Sam disse...

muito loko hein...simples e complexo teu texto,gostei muito...vc sempre escreve muito bem ne^^,saudades^^