Pontas, Quinas e Beiradas

domingo, 15 de março de 2009

A (À) Velhice

Começo pedindo desculpas pela ausencia de todos os acentos, meu teclado (acho que a culpa e dele) se encontra com problema, na net os acentos nao estao entrando...

---------

Ela estava la sentada, no canto, sozinha... so prestando atençao na conversa.
Sua face mostrava toda exaustao de uma vida longa, uma vida bem vivida; em seu olhos podiamos ver o cansasso, a tristeza de lembrançar, de ser impedida de continuar sendo aquela jovem forte, corpulenta (talvez) que era quando mais nova.
Suas rugas empoem respeito (pelo menos deveria...), e ao contrario nao deveria estar sozinha, esquecida no canto do banco. Imagine quantas historias ela tem para contar, quanta experiencia ela pode passar, imaginem quantos erros cometidos ela teve, de quanto aprendizado ela pode desfrutar...
Hoje ela se encontra fragil, ipotente diante deste novo mundo que se formou ao seu redor, talvez nao se sinta em casa, talvez nao entenda mais nada, talvez nem entenda o porque de ainda continuar a aprender, a conhecer...
...
Porque depois de um tempo, com o passar dos anos, foram caindo na lembrança...(?!) Depois foram empurrados para o lado, logo em seguida os esmagaram no canto e depois nem os viram mais pelo caminho e quando sao vistos, ´´e sempre pela pessoa que reclama da 'vagareza que sua vida anda'.
Porque? porque depois de tanto ter visto e vivido, ninguem mais quer ouvir suas historias ninguem mais lhe cede o lugar ou diz o quanto possa estar linda? porque ninguem mais lhe chama pra passear e tentar lhe enfurnar n'um quartinho com uma tv e um radinho?
...
Hoje, suas historias poderiam ser postas n'um livro..., eu nem a conheço mas imagino o quanto ela viu e aprendeu. Queria eu sentar-me ao seu lado e poder ouvir, pelo menos durante aquela longa viagem (tanto pra mim, quanto pra ela que estavamos n'um cantinho qualquer), um pouco do que ela p^^ode ver, aprender, vivenciar... deste mundo onde a cada geraçao que se cria, um novo mundo ´´e criado junto...


---------

Dedicado ``a ela, que veio no trem...


By: Jeannine Xavier

3 comentários:

Don.t disse...

smp existira uma outra ela

Erick Sam disse...

eu fiko bolado komo brasileiro é né...os nossos idosos saum tratados komo lixo..mas eles deveriam ser tratados melhor q qalqier outro......em muitos paises os velhos vem em primeiro lugar..e aqui deveria ser assim ne ¬¬

Palavras ao vento, minha vez de falar disse...

poxaa isu me fax lembrar da minha vó
ela e mto ativa ainda rsrs
mais ela e mto conservadora rssrs
e dakelas q fax bolinho de xuva!! rsrs ...

.issu mostra o quanto ainda somos impotentes diante da vida ....eskecemos q futuramente estaremos na mesma condiçao q eles estao agora..nao sabemos lidar com os outros e consequentemente nao sabemos lidar com nos mesmos
........
estamos fadados a incompletude
temos mto q aprender